Barra de Vídeo

Loading...

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Dez propostas políticas urgentes de combate ao desemprego e à crise:

1-Instituição da semana de 30 horas de trabalho, sem perda de remuneração;

2-Revogação do actual Código de Trabalho;

3-Fixação do salário mínimo em 600 euros mensais;

4-Limitação dos leques salariais nas empresas e locais de trabalho a uma relação de 5 para 1;

5-Revogação dos contratos a prazo para preencher postos de trabalho permanentes (em particular com jovens) e eliminação da possibilidade de despedimentos ilegais;

6-Aumento do montante do subsídio de desemprego para o valor do salário auferido à data do despedimento e eliminação das actuais restrições ao seu acesso;

7-Fixação da idade geral de reforma aos 60 anos de idade ou após 35 anos de trabalho remunerado e revogação da alteração do cálculo das pensões que conduziu ao seu abaixamento generalizado;

8-Garantia por 5 anos de permanência no local de trabalho ou do pagamento do salário por inteiro a todas as jovens mães;

9-Garantia do 1º emprego aos jovens que concluam os seus estudos em actividades que correspondam às respectivas áreas e níveis de qualificação e assegurando-se aos mesmos uma remuneração adequada;

10-Lançamento de um amplo programa de investimentos públicos destinado a fazer de Portugal a principal placa giratória entre a Europa e as demais regiões do mundo, que inclua a construção de um grande aeroporto internacional, de uma nova travessia sobre o rio Tejo na zona de Lisboa, de novas infra-estruturas portuárias, com destaque para Sines, Lisboa e Aveiro, e de uma rede ferroviária de alta velocidade voltada sobretudo para o transporte de mercadorias e efectuando uma ligação célere à Europa.

Sem comentários:

Enviar um comentário