Barra de Vídeo

Loading...

sábado, 5 de setembro de 2009

POR UM CONCELHO DE OLHÃO DE PROGRESSO, DE CULTURA E DE BEM-ESTAR
Foi entregue hoje, dia 12 de Agosto de 2009, no Tribunal Judicial da Comarca, a lista de candidatos às próximas eleições Autárquicas de 11 de Outubro, para a Câmara Municipal de Olhão da Restauração.

O PCT/MPP foi a primeira força política a fazer tal entrega, fruto da dinâmica empregue na elaboração destas Listas, do entendimento dos seus componentes e da certeza do projecto a apresentar aos Olhanenses, que será, nas suas linhas mestras estruturais, em tudo idêntico ao de 2005.

A situação política do País agravou-se, consequência da governação PS, que tal como o nosso Partido disse à saída das eleições Legislativas, não era a esquerda que as tinha ganho, mas sim a direita. Também na Câmara, que tal como o governo é comandada pelo PS, a situação de descalabro é evidente. A prová-lo, está a condenação por má-fé de Francisco Leal, pelo Tribunal de Loulé, ao omitir documentos de interesse e esclarecimento públicos sobre obras em vários pontos do Concelho.

O Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses (PCTP/MRPP) apresenta-se a estas eleições autárquicas no Concelho de Olhão, com o objectivo primeiro de mobilizar os munícipes com propostas de progresso, cultura e bem-estar.

A lista é encabeçada pelo camarada António Gamboa e Carlos Silvestre (Caló), como independente. Embora na sua constituição estejam elementos já “veteranos” e concorrentes nas últimas duas eleições, desta Lista fazem parte outros que se apresentam pela primeira vez. O descontentamento e a desilusão nos Partidos do arco do poder, fizeram com que vissem no nosso Partido a única alternativa consequente. Não iremos, como outros, defraudá-los. Contamos com a ajuda e opinião de todos os que não se revêem nesta situação e estão dispostos a tudo para que se consiga instaurar uma sociedade livre da exploração do homem pelo homem. O primeiro passo é, nestas eleições, apoiar decididamente os homens e mulheres desta Lista.

Sem comentários:

Enviar um comentário